Quinta-feira, 25 de Fevereiro de 2010

 

 

No próximo dia 4 há de novo eleições na APECOM. É a única associação empresarial do sector e é a que representa Portugal no mundo da comunicação. Eu vejo sempre a APECOM como um espaço de promoção e divulgação do sector e das associadas, onde se discutem as tendências, onde se estuda o sector e onde se analisam as expectativas dos vários players portugueses.

 

Na minha perspectiva a APECOM não é um espaço onde caibam as rixas concorrenciais entre empresas (essas tem de ficar à porta em prol de um bem comum) e não é um espaço de fiscalização exagerada do sector. Naturalmente, as questões que violem de forma descarada os códigos de conduta devem ser analisadas, mas o sector dever-se-á auto-regular com base nos códigos de ética e de conduta, aprovados há muitos anos.

A APECOM também não deve ser uma associação de cúpula, nem entendida como tal. Digo isto há muitos anos, porque há sempre uma expectativa do que a APECOM pode fazer pelos associados, quando a minha perspectiva, dada a dimensão da associação, o que se devia questionar é o que associados, através da APECOM, podem e devem fazer pelo sector. É por isso que se associaram em primeira instância.

Quero com isto dizer que a direcção da APECOM, que lidero há dois anos, estará sempre aberta a receber iniciativas dos associados, criar grupos de trabalho e colocar a sua pequena estrutura a desenvolver esforços que contribuam para o seu objectivo de promoção e divulgação do sector. Sem virar costas a ninguém.

Há dois anos não havia estrutura. Hoje a estrutura é pequena mas existe. Hoje a APECOM está preparada para olhar os próximos anos com mais optimismo, porque saiu da zona de rebentação e entrou em mares mais calmos. Tem mais associados, mais recursos, já presta alguns serviços interessantes e mantém outros, que apesar de não serem visíveis, são muitíssimo utilizados pela audiência deste sector. O site da APECOM tem quase 5000 page loads médias por mês, a gerar tráfego diário para as páginas dos associados.

No inicio de Janeiro pedi ao Alexandre Cordeiro, meu amigo e actual presidente da Mesa da Assembleia Geral para marcar eleições, para respeitar os dois anos de mandato. Não me candidatei automaticamente, porque entendi que deveria deixar espaço para que outros os fizessem. Há cerca de três semanas, iniciei o processo de constituição de uma lista com o meu colega de direcção Luis Rosendo e ontem, as associadas Lift, Generator e Ipsis entregaram a candidatura ao presidente da Mesa da AG. Para além destas três associadas, a Lista integra ainda na mesa da Assembleia Geral a C&C, a Imago e a Cunha Vaz & Associados. O Conselho fiscal é composto pela Youngnetwork, Midlandcom e Hill&knowlton.

Dia 4 lá estaremos em mais um momento do sector. E é muito interessante, porque apesar de adversários no dia-a-dia, há nestas reuniões um ambiente de grande amizade institucional e sobretudo nota-se a vontade que todos têm de estar uns com os outros. A partilhar problemas e a discutir soluções.

Salvador da Cunha
Presidente da Direcção


Arquivado em: ,

APECOM às 16:14 | link do post | comentar

Site APECOM
Facebook
Os nossos associados
C&C Consultores de Comunicação
Central de Informação
Citigate Sanchis
Companhia das Soluções
Comunicarte
Cunha Vaz & Associados
Emirec
Generator
GlobalCom
Hill & Knowlton
Imago
Inforpress
Ipsis
Lift Consulting
Midlandcom
Multicom
Porter Novelli
QI - Porto de Ideias
Quintela & Reis Consultores
Única
Unimagem
Weber Shandwick | D&E
youngnetwork
links
Networked Bolgs
Arquivado em

todas as tags

comentários recentes
Bom dia,O Textos de Comunicação está em destaque n...
Vamos lá galardoar quem realmente se esforçar para...
Meu caro amigo anónimo: se depois disto o despedir...
Arquivo

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

subscrever feeds